UOL Notícias Notícias
 
25/08/2010 - 13h53

França seguirá no Afeganistão "o tempo que for necessário", diz Sarkozy

Paris, 25 ago (EFE).- O presidente francês, Nicolas Sarkozy, afirmou hoje que as tropas francesas no Afeganistão seguirão ali pelo "tempo que for necessário", aplacando assim as críticas de alguns dirigentes da oposição partidários de iniciar a retirada.

As tropas francesas manterão sua missão em território afegão "pelo tempo que for necessário e pelo tempo que o povo afegão desejar", ressaltou o presidente em seu discurso de abertura da Conferência Anual de Embaixadores.

Segundo Sarkozy, a ação da França e de outros países no Afeganistão não deve levar em conta "calendários artificiais" ou a opinião dos meios de comunicação.

A coalizão internacional e o Governo afegão "souberam adaptar sua estratégia e seguem fazendo isso", prosseguiu, antes de lembrar que há objetivos "políticos realistas" com relação ao conflito afegão e que está fazendo uma "transição progressiva e ordenada".

O presidente lançou esta mensagem dois dias depois de ser informado da morte de dois militares franceses em um ataque no sul do Afeganistão, no qual outros três ficaram gravemente feridos.

Com essas duas mortes, passa para 47 o número de soldados franceses falecidos em território afegão desde 2001.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host