UOL Notícias Notícias
 
25/08/2010 - 09h08

Imprensa belga diz que bispo de Bruges foi pressionado a renunciar

Bruxelas, 25 ago (EFE).- O ex-bispo da diocese de Bruges Roger Vangheluwe, destituído pelo papa em abril após reconhecer que quando era sacerdote havia abusado sexualmente de seu sobrinho, renunciou devido as pressões da vítima, informam hoje vários meios de imprensa belgas.

"A renúncia de Roger Vangheluwe não foi espontânea", assegura o ex-presidente da comissão para o tratamento de denúncias por abusos sexuais por parte de religiosos na Bélgica, o psiquiatra Peter Adriaenssens.

O bispo recebeu um e-mail de seu sobrinho, por meio de um familiar, no qual dava um ultimato: "tens até Pentecostes (24 de maio) para tomar medidas", segundo Adriaenssens, quem afirma que o prelado "estava sob pressão", já que todos seus colaboradores estavam sabendo do fato.

Além desta mensagem, outras ameaçadoras partiram do entorno familiar da vítima, assinala o jornal flamengo "Het Laatste Nieuws".

Vangheluwe, de 74 anos, apresentou sua renúncia ao papa após reconhecer ter abusado de um jovem - seu sobrinho, segundo vários meios - no fim dos anos 80.

O caso Vangheluwe revelou um escândalo de abusos sexuais na Bélgica com dezenas de denúncias.

Recentemente foi divulgado que Vangheluwe pagou dinheiro para que sua vítima não denunciasse os abusos, que já prescreveram penalmente.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host