UOL Notícias Notícias
 
25/08/2010 - 14h02

Índia celebra centenário de nascimento de Madre Teresa de Calcutá

Nova Délhi, 25 ago (EFE).- A Índia se prepara para celebrar, amanhã, o centenário de nascimento de Madre Teresa de Calcutá, fundadora das Missionárias da Caridade e Prêmio Nobel da Paz em 1979.

O povoado de Baripur, a dezenas de quilômetros ao sul de Calcutá, recebe visitas de devotos desde ontem para lembrar uma das figuras mais importantes da Índia.

"Cada um de vocês pode deter a violência deste mundo infestado de conflitos se convertendo em embaixadores da paz", disse o bispo de Baripur durante uma missa raliazada ontem.

O bispo disse à imprensa que a Igreja Católica na Índia está tentando encontrar um "milagre aceitável" para a canonização de Madre Teresa.

Agnes Gonxha Bojaxhiu, o nome verdadeiro de Madre Teresa, nasceu em 26 de agosto de 1910 em Skopje, capital da atual república da Macedônia, filha de pais albaneses. Foi beatificada em 2003 depois que o Vaticano reconheceu como um "milagre" a cura de um tumor no abdômen de uma mulher indiana que colocou um relicário com a fotografia da freira no local.

Durante meio século, realizou um trabalho assistencial em Calcutá com as Missionárias da Caridade, congregação fundada por ela, e em 1979 conseguiu o reconhecimento internacional com o Prêmio Nobel da Paz.

O que começou como uma congregação que ajudava aos mais desfavorecidos de Calcutá se transformou em uma rede que conta atualmente com 4.500 religiosas em mais de 130 países, com 710 casas dedicadas à assistência dos pobres e doentes.

Faleceu no dia 5 de setembro de 1997, com 87 anos, em seu quarto na sede das Missionárias da Caridade.

Em outubro do ano passado, o primeiro-ministro da Albânia, Sali Berisha, propôs que os restos mortais de Madre Teresa fossem transferidos para seu país, o que causou protestos do mundo intelectual, das associações de Calcutá e, inclusive, do Ministério de Exteriores da Índia, que se limitou a lembrar que a freira era "cidadã indiana".

Apesar seu intenso trabalho religioso e social, o processo de canonização para declará-la santa segue tramitando, e ainda falta a confirmação de um segundo milagre.

A Índia celebrará, amanhã, o centenário de seu nascimento, mas já foram realizados atos comemorativos em sua homenagem.

Além das missas, as autoridades inauguraram, ontem, em Deli, uma exposição fotográfica sobre a vida de Madre Teresa, organizada pela Unesco.

A mostra inclui 40 fotos do fotógrafo indiano Raghu Rai e outras imagens e retratos cedidos pelas Missionárias da Caridade.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host