UOL Notícias Notícias
 
25/08/2010 - 17h03

Lula sanciona lei que encarrega Forças Armadas de policiar fronteiras

Brasília, 25 ago (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou hoje uma lei que autoriza às Forças Armadas a realizar tarefas policiais nas fronteiras, reforça seu papel na luta contra o narcotráfico e cria o Estado-Maior Conjunto.

A nova legislação também reestrutura o Ministério da Defesa e cria 647 novos cargos em diversas dependências das Forças Armadas.

Segundo Lula, a intenção é "modernizar" as estruturas de defesa do país, que deve se preparar para novos desafios como "o controle da Amazônia" e a vigilância da riqueza petrolífera descoberta em águas do Oceano Atlântico.

Fontes oficiais informaram que o cargo de chefe do novo Estado-Maior Conjunto será ocupado desde hoje pelo general reformado José Carlos de Nardi, que será uma espécie de coordenador geral do Ministério da Defesa.

Antes da cerimônia, Lula foi homenageado pelo Exército, que no marco das comemorações do Dia do Soldado lhe outorgou a "Medalha do Pacificador", uma de suas mais importantes condecorações.

A medalha foi instituída de forma oficial em 1953, a fim de reconhecer o trabalho daqueles civis ou militares que "elevaram o prestígio da instituição ou desenvolveram relações de amizade com os Exércitos de outras nações", motivo pelo qual lhe foi concedida a Lula.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,84
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,35
    68.594,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host