UOL Notícias Notícias
 
25/08/2010 - 06h02

Susan Boyle cantará para o papa no Reino Unido

Londres, 25 ago (EFE).- Susan Boyle, a ex-desempregada escocesa que ganhou fama internacional em um concurso de talentos na televisão, cantará para o papa, que visitará o Reino Unido em setembro, confirmou nesta quarta-feira um porta-voz da cantora.

Susan atuará durante a missa ao ar livre que Bento XVI vai realizar em Glasgow (Escócia) no dia 16, interpretando três canções, entre ela sua versão de "I Dreamed A Dream", do musical "Os Miseráveis", que fez com que ganhasse fama em 2009.

"Poder cantar para o papa é um grande honra, é algo com o que sempre sonhei. É indescritível. Sempre quis cantar para Sua Santidade, e não posso expressar com palavras minha felicidade pelo fato de este desejo se tornar realidade", disse a cantora de 49 anos ao jornal "Daily Record".

"A visita do papa é um acontecimento muito grande para os católicos escoceses. Minha fé é a base da minha vida. Eu rezo o terço todos os dias, e me sinto muito próxima de minha religião", disse Susan, que antes de se tornar famosa trabalhava como voluntária em uma igreja da localidade onde vivia.

A cantora disse que a visita será especial como lembrança de sua falecida mãe Bridget, de quem cuidou até os últimos dias: "sei que ela não estará ali fisicamente, mas esteve em Bellahouston Park em 1982 (durante a visita do papa João Paulo II) e sei que voltará a estar espiritualmente, sei que estará com todos nós".

O porta-voz de Susan ressaltou que a atuação "não será um show, mas fará parte de um evento religioso", do qual também participará um coro formado por 800 pessoas.

A cantora cantará também o hino religioso "How Great Thou Art" e interpretará uma canção de despedida para Bento XVI no momento em que o Pontífice deixar do parque onde acontecerá a missa rumo ao aeroporto de Glasgow, de onde voará rumo a Londres para seguir sua visita de quatro dias ao Reino Unido.

A visita de Bento XVI ao Reino Unido será a primeira oficial de um papa ao país, já que a viagem realizada por João Paulo II há 28 anos teve caráter pastoral.

Durante a visita, o Pontífice será recebido pela rainha Elizabeth II, que é a maior representante da Igreja da Inglaterra, no Palácio de Holyroodhouse em Edimburgo (Escócia).

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host