UOL Notícias Notícias
 
15/09/2010 - 04h49

Hillary quer que israelenses e palestinos acertem questão de assentamentos

Jerusalém, 15 set (EFE).- A secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, tratará fazer com que o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP) Mahmoud Abbas, aproximem posturas no tema dos assentamentos, principal empecilho nas negociações de paz.

Os dirigentes realizam nesta quarta-feira, em Jerusalém, uma reunião na residência do Primeiro-ministro israelense, duas semanas antes do fim da moratória adotada por Israel paralisando a construção de colônias judias na Cisjordânia.

Os palestinos ameaçaram em várias ocasiões saírem da mesa de diálogo caso o Governo de Netanyahu retome a edificação nos assentamentos, embora se mostrem abertos a aceitar um compromisso de facto para frear as construções, ainda sem anúncios oficiais por parte de Israel.

A Administração americana exerce uma medida de pressão sobre Israel para que a difícil questão dos assentamentos não se transforme no primeiro obstáculo das atuais conversas de paz diretas, e manifesta abertamente que a moratória deveria ser prorrogada.

No entanto, o enviado especial da Casa Branca, George Mitchell, reconheceu nesta terça-feira, na localidade egípcia de Sharm el-Sheikh, que o assunto dos assentamentos é "politicamente sensível" em Israel.

O porta-voz de Abbas, Nabil Abu Rudeina, disse na terça, após o encontro, que "há sérios obstáculos que requerem mais reuniões, especialmente da parte israelense, que insiste na questão dos assentamentos".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,33
    4,076
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    1,28
    107.381,11
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host