UOL Notícias Notícias
 
17/09/2010 - 10h18

Governo do Sri Lanka reduz para 22 número de mortos em explosão acidental

Nova Délhi, 17 set (EFE).- O Ministério da Defesa do Sri Lanka reduziu de 60 para 22 o número de mortos no acidente ocorrido nesta sexta-feira, na cidade de Batticaloa, após explodirem três contêineres com material de detonação.

Em entrevista à Agência Efe, um porta-voz do Ministério, Laksman Hulugalla, negou que 60 pessoas tenham morrido no acidente, como havia assegurado anteriormente o porta-voz do Exército, Ubaya Medawal. Segundo ele, das 22 vítimas, três eram trabalhadores chineses.

Hulugalla assegurou que o fato, que ocorreu de forma "acidental", aconteceu em uma delegacia. Em seu site, o Ministério da Defesa explicou que funcionários de uma empresa chinesa foram chamados à delegacia de Karadiyanaru para recolher, em caminhões, os explosivos de três contêineres, usados na construção de estradas.

Um deles teria explodido acidentalmente, o que causou uma reação em cadeia que fez com que os outros dois contêineres também explodissem. Foram registrados danos tanto na delegacia como nos arredores.

"Não há nenhuma sabotagem ou ação terrorista por trás desta explosão", disse o Ministério na nota.

Desde que o Exército do Sri Lanka desalojou a guerrilha tâmil (LTTE) do leste da ilha, a região de Batticaloa é uma zona muito militarizada, com vários quartéis das Forças Armadas e da Polícia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h00

    0,68
    5,423
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h03

    -1,18
    85.920,95
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host