UOL Notícias Notícias
 

Mineiros no Chile

33 trabalhadores ficaram presos a 700 metros de profundidade por mais de dois meses, depois que o túnel de acesso à mina desmoronou.

  • Imagem: Efe
19/10/2010 - 15h25

Cápsula que resgatou mineradores vira atração turística no centro de Santiago

Santiago do Chile, 19 out (EFE).- A cápsula "Fênix 2", que içou até a superfície os 33 mineradores que permaneceram 70 dias presos no norte do Chile, será exposta a partir de hoje em frente ao Palácio da Moeda (sede do Governo), no centro de Santiago.

A cápsula, que tem 3,95 metros de comprimento, 53 centímetros de diâmetro e pesa quase 400 quilos, permanecerá em um pedestal na Praça da Cidadania até o próximo dia 25, quando os 33 mineradores serão recebidos no Palácio pelo presidente, Sebastián Piñera.

Dezenas de chilenos foram hoje ver pela primeira vez a famosa cápsula, pintada com as cores da bandeira chilena (branco, vermelho e azul) e que se transformou em orgulho do país.

A "Fênix 2" traz em sua estrutura as marcas do desgaste provocado pelas 78 viagens que teve que realizar no último dia 13 para resgatar os 33 mineradores soterrados a 700 metros de profundidade e os seis socorristas que desceram para ajudar no salvamento.

Após sua exibição em Santiago, a cápsula iniciará um percurso por diferentes cidades do país. Seu destino final, no entanto, já está sendo motivo de controvérsia por causa do pedido dos habitantes da cidade de Copiapó, a mais próxima da mina San José, de abrigar o artefato.

Perguntado a respeito da polêmica, o ministro da Mineração, Laurence Golborne, sugeriu hoje uma fórmula de repartição das três cápsulas construídas. Uma delas poderia permanecer na região de Atacama, outra poderia ser exibida em um museu e preservada para as futuras gerações, e a terceira poderia ficar com a Marinha.

Para Alejandro Poblete, que projetou as cápsulas "Fênix", defendeu hoje em declarações à "Rádio Cooperativa" que são os mineradores que devem ter "a última palavra" sobre o destino do artefato que os trouxe à superfície.

"Eles deveriam dar sua opinião, pelo menos sobre a cápsula que fez o resgate", disse Poblete, que no entanto também considera que a "Fênix 2" deveria ficar em Copiapó, a 800 quilômetros de Santiago.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    -0,68
    4,095
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h25

    1,98
    103.831,92
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host