UOL Notícias Notícias
 
01/11/2010 - 15h49

Evo Morales diz que vitória de Dilma favorece democracia latino-americana

(Atualiza com novas declarações de Morales).

La Paz, 1 nov (EFE).- O presidente boliviano, Evo Morales, qualificou nesta segunda-feira a vitória de Dilma Rousseff (PT) nas eleições brasileiras como um triunfo da democracia latino-americana.

"É um triunfo da democracia latino-americana", afirmou o governante em uma declaração divulgada pela agência estatal "ABI", que acrescenta que Morales seguiu "com atenção" o segundo turno das eleições brasileiras.

Segundo Morales, a democracia voltou a se impor em "uma América Latina unida, que aposta na mudança".

Posteriormente, na apresentação em La Paz de um livro do líder cubano Fidel Castro, Morales disse que estava "certo" da vitória do PT, mas se calou "por situações diplomáticas e políticas".

"Nos aguentamos, nos calamos e não festejamos antecipadamente", assegurou o presidente, e acrescentou que a vitória de Dilma, a quem qualificou de "guerrilheira", é uma homenagem às mulheres latino-americanas.

Morales tem uma estreita relação com Lula, a quem chegou a chamar de "irmão mais velho".

Por outro lado, teve desencontros com José Serra, que acusou Evo Morales de "cúmplice" do narcotráfico.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h09

    0,08
    4,094
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h07

    0,58
    104.277,38
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host