UOL Notícias Notícias
 
15/02/2011 - 04h57

Casais muçulmanos são detidos na Malásia por celebrar dia de São Valentim

Kuala Lumpur, 15 fev (EFE).- As autoridades religiosas da Malásia detiveram mais de cem casais de muçulmanos por celebrar o dia de São Valentim apesar da fatwa (decreto islâmico) que o proíbe desde 2005, informou a imprensa local nesta terça-feira.

Segundo o diário "The Star", a maioria das detenções por "khalwat" - contato íntimo com uma pessoa do sexo oposto fora do casamento - aconteceu no estado de Selangor, nas redondezas de Kuala Lumpur.

Agentes da Polícia religiosa efetuaram na madrugada desta terça-feira uma batida em vários motéis e detiveram mais de 200 pessoas, que serão julgadas em um tribunal islâmico por violar o édito que considera "haram" (pecado) para o Islã celebrar o Dia dos Namorados.

Se forem declarados culpados, os acusados poderão pegar pena máxima de dois anos de prisão.

Os fundamentalistas islâmicos do país anunciaram na última semana que velariam para que não ocorressem "atos imorais" por ocasião do dia de São Valentim porque é uma tradição com elementos cristãos e pecaminosos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,08
    3,297
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h22

    0,09
    72.800,04
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host