UOL Notícias Notícias
 

Terremoto no Japão

Um dos maiores tremores da história desencadeia um tsunami, provoca mortes e deixa um rastro de destruição no Japão

  • Imagem: Reprodução
21/05/2011 - 04h43

Líderes de Japão, China e Coreia do Sul visitam evacuados de Fukushima

Tóquio, 21 mai (EFE).- Os líderes de Japão, China e Coreia do Sul visitaram neste sábado os evacuados da cidade de Fukushima, a 62 quilômetros da usina nuclear afetada pelo tsunami de 11 de março, cujas emissões obrigaram 80 mil pessoas a abandonar seus lares.

A visita do primeiro-ministro do Japão, Naoto Kan, de seu colega chinês, Wen Jiabao, e do presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, a um abrigo para deslocados aconteceu antes de os três inaugurarem, na noite deste sábado, em Tóquio, uma cúpula trilateral de dois dias, informa a agência local "Kyodo".

Após o desastre, nenhum líder estrangeiro havia visitado Fukushima, uma das regiões mais afetadas pelo tsunami que deixou quase 24 mil vítimas, entre mortos e desaparecidos, e danificou gravemente o sistema de resfriamento da usina nuclear.

Antes de visitar Fukushima, Wen e Lee aterrissaram em Sendai, capital da província de Miyagi, outra das mais devastadas, e se deslocaram a zonas em reconstrução separadamente.

Os dois oraram em silêncio pelas vítimas e deram apoio a sobreviventes do povoado de Natori, praticamente devastado pela onda gigante que seguiu ao terremoto de 9 graus na escala Richter em 11 de março, e de Tagajo, também em Miyagi.

China e Coreia do Sul enviaram equipes de resgate e ajuda ao Japão após a catástrofe.

Enquanto isso, continuam os trabalhos para solucionar a crise na usina nuclear de Fukushima Daiichi, a cujas cercanias chegou neste sábado um grande navio no qual a Tepco, empresa operadora da central, planeja armazenar cerca de 10 mil litros de água contaminada procedente da planta.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,85
    3,308
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h22

    0,25
    72.607,70
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host