UOL Notícias Notícias
 
23/05/2011 - 09h37

Austrália chora a morte do lendário Bill Hunter

Sydney (Austrália), 23 mai (EFE).- A Austrália chora nesta segunda-feira a morte de Bill Hunter, um de seus mais queridos e lendários atores, que morreu no sábado, aos 71 anos, após uma longa batalha contra o câncer.

A primeira-ministra da Austrália, Julia Gillard, ressaltou nesta segunda-feira a enorme contribuição de Hunter à criação da identidade australiana no exterior, enquanto atores e membros da comunidade artística fizeram diversos comentários nas redes sociais, que manifestaram sua dor pela perda.

Seu representante, Mark Morrissey, disse que Hunter era um "ator fino, um verdadeiro narrador de histórias e um grande amigo", que durante seus mais de 50 anos de carreira conseguiu "tocar a vida de muita gente", segundo a rádio australiana "ABC".

O ator Russell Crowe declarou estar muito "triste" pela morte de Hunter, que ele conheceu em 1970, de acordo com a agência local "AAP".

Nascido em 1940 e protagonista de diversos filmes como "Vem Dançar Comigo" e "Priscila, a Rainha do Deserto", Hunter passou seus últimos dias em um asilo da cidade de Melbourne porque não quis ser internado em uma clínica.

Trabalhou em mais de cem produções cinematográficas e televisivas, entre elas o filme "Gallipoli" (1981), com Mel Gilbson.

No entanto, foi seu papel como o mecânico Bob em "Priscila, a Rainha do Deserto", dirigido por Stephan Elliott, o que ficou gravado na memória de muitos australianos.

Após a notícia da morte do ator, muitos fãs organizaram tributos a ele.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h29

    0,05
    3,921
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h39

    0,16
    86.053,00
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host