UOL Notícias Notícias
 

Terremoto no Japão

Um dos maiores tremores da história desencadeia um tsunami, provoca mortes e deixa um rastro de destruição no Japão

  • Imagem: Reprodução
01/06/2011 - 01h32

AIEA acredita que Japão subestimou risco de tsunami para usinas nucleares

Tóquio, 1 jun (EFE).- A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) considera que o Japão subestimou o risco de um tsunami para suas usinas nucleares, segundo uma investigação cujo relatório foi entregue nesta quarta-feira ao Governo japonês.

O compêndio foi elaborado por 18 analistas da AIEA que desde 24 de maio inspecionaram várias usinas atômicas do Japão, entre elas a de Fukushima Daiichi, onde a crise gerada pelo terremoto e o devastador tsunami de 11 de março segue vigente.

Os resultados da investigação serão comunicados em reunião ministerial sobre segurança nuclear que a AIEA realizará em Viena entre 20 e 24 de junho.

O resumo do relatório entregue ao Governo indica que o Japão subestimou o risco do tsunami e não soube responder às ondas, maiores que o esperado, que se produziram após o terremoto de 9 graus na escala Richter, segundo a rede pública "NHK".

No entanto, o documento também indica que o Japão dificilmente poderia ter feito mais do que fez após o acidente, com os sistemas de segurança da central danificados e escassez de eletricidade e pessoal.

O documento aponta a necessidade de a Agência de Segurança Nuclear, órgão regulador da energia atômica no Japão, ter maior independência, já que está vinculada ao Ministério de Indústria.

O porta-voz da Agência de Segurança Nuclear, Hidehiko Nishiyama, explicou nesta quarta-feira que o país espera empregar a investigação como referência nos esforços para conter a crise nuclear e melhorar a segurança das centrais japonesas.

A Tokyo Electric Power Company (Tepco), operadora da usina de Fukushima, continua trabalhando para solucionar a crise nuclear, a mais grave após o acidente de Chernobyl em 1986, e espera poder levar os reatores a um estado de "parada fria" até janeiro de 2012.

Veja mais

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,85
    3,308
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h22

    0,25
    72.607,70
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host