UOL Notícias Notícias
 
08/07/2011 - 16h55

Morre intelectual espanhol Adolfo Sánchez Vázquez no México

México, 8 jul (EFE).- O filósofo espanhol Adolfo Sánchez Vázquez (1915-2011), discípulo de José Ortega y Gasset e renovador do Marxismo, morreu nesta sexta-feira em sua casa na Cidade do México, aos 95 anos, "tranquilo e cercado pela família", confirmou à Agência Efe seu neto, Juan Adolfo Moreno.

"Foi uma morte por parada respiratória causada por pneumonia", disse Moreno, que afirmou que o corpo será velado esta tarde em uma funerária da capital mexicana.

Sánchez Vázquez (Algeciras, 1915) foi professor emérito da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM), a mais importante instituição de educação superior deste país, e foi condecorado com a Ordem do Mérito Civil do Governo espanhol.

Quando era jovem estudou na Universidade Central de Madri e participou ativamente das Juventudes Comunistas, tornando-se uma figura próxima à República espanhola.

A derrota na Guerra Civil espanhola (1936-1939) fez com que no último ano do conflito se mudasse para o México, onde ficou até o final de sua vida.

O também escritor e amante da literatura de Cádiz (Espanha) publicou uma série de obras como "Ética" (1969) e "Lembranças e Reflexões do Exílio" (1997).

Sobre o marxismo, que contribuiu para renovar por meio de alguns de seus trabalhos mais reconhecidos, como "Do Socialismo Científico ao Socialismo Utópico" (1975), chegou a dizer que é uma doutrina viva, antidogmática, que trata de combinar a crítica, o projeto de transformação do mundo e o conhecimento alheio à teoria oficial dominante na União Soviética.

Crítico da ortodoxia stalinista, Sánchez Vázquez ajudou a considerar a renovação dessas ideias com teses humanistas e democráticas em obras como "As Ideias Estéticas de Marx" (1965) e "Estética e Marxismo" (1970).

Entre outras honrarias, recebeu doutorados honoris causa pelas universidades de Puebla, Nuevo Leão e Guadalajara, no México, assim como pela Universidade de Cádiz, a Complutense de Madri (2000) e a Universidade Nacional de Educação a Distância (UNED).

Além disso, foi nomeado Filho Adotivo da província de Málaga (2004) e se fez merecedor da Grande Cruz de Alfonso X O Sábio, ao Prêmio UNAM na área de pesquisa em humanidades, o Nacional de História, Ciências Sociais e Filosofia no México e o María Zambrano que lhe outorgou a Junta de Andaluzia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,11
    3,763
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h20

    1,53
    96.558,42
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host