UOL Notícias Notícias
 
04/08/2011 - 21h39

Após comentários polêmicos, Nelson Jobim renuncia ao Ministério da Defesa

Brasília, 4 ago (EFE).- O ministro da Defesa, Nelson Jobim, entregou nesta quinta-feira o cargo à presidente Dilma Rousseff, que perde assim o terceiro membro de seu Gabinete em apenas oito meses de Governo.

Jobim (PMDB), de 65 anos, renunciou após se reunir brevemente com Dilma, que o chamou nesta noite ao Palácio do Planalto para que explicasse suas declarações à revista "Piauí", em que desqualificava as ministras Ideli Salvatti (Relações Institucionais) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil).

Segundo a Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Jobim será substituído pelo ex-ministro Celso Amorim, que liderou a pasta das Relações Exteriores durante os oito anos do Governo Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010).

Jobim ocupava a pasta da Defesa desde julho de 2007, quando Lula o nomeou para que resolvesse uma crise operacional na aviação civil, e foi confirmado no cargo por Dilma.

O mal-estar do Governo com Jobim começou na semana passada, quando o agora ex-ministro disse em entrevista ao jornal "Folha de S.Paulo" que votou em José Serra nas eleições presidenciais de 2010.

Todos esses comentários levaram Dilma a telefonar nesta quinta-feira a Jobim - que estava em Tabatinga (Amazonas) -, onde o político estava reunido com outras autoridades brasileiras e colombianas para tratar de assuntos fronteiriços. A líder pediu-lhe que antecipasse sua viagem de volta a Brasília.

Antes de se reunir com Dilma, o então ministro negou ter se referido de maneira depreciativa com seus colegas de Gabinete e disse que todo o mal-estar com ele era "parte de um jogo de intrigas".

Em nota, o ex-ministro elogiou Ideli Salvatti e negou ter feito comentários depreciativos sobre outros integrantes do Governo. De pouco valeram seus argumentos a Dilma, que lhe tirou todo seu apoio político, e Jobim se viu obrigado a entregar o cargo.

Com sua renúncia, já são três os ministros que Dilma perdeu desde que chegou ao poder, em 1º de janeiro, após as renúncias de Antonio Palocci - da Casa Civil - e de Alfredo Nascimento - dos Transportes.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h00

    -0,09
    3,722
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h07

    0,08
    94.132,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host