Topo

Benetton retira de circulação fotomontagem do papa beijando imã na boca

Em Roma

16/11/2011 19h04

A grife italiana Benetton anunciou nesta quarta-feira que vai retirar de circulação a campanha publicitária que usa uma fotomontagem do papa Bento 16 beijando na boca o imã Mohammed Al Tayeb, da mesquita Al-Azhar, uma autoridade religiosa dos muçulmanos no Egito.

Através de um comunicado, a empresa, conhecida por suas polêmicas campanhas publicitárias, lamentou que o uso da imagem do pontífice tenha ferido a sensibilidade da Santa Sé e dos fiéis católicos, que exigiram que o material publicitário fosse retirado depois de ter sido exibido nesta quarta-feira a poucos metros do Vaticano.


"Acreditamos que o sentido desta campanha é, exclusivamente, combater a cultura do ódio em qualquer forma", disse a empresa em comunicado ao justificar a propaganda intitulada "Unhate" ("contra o ódio"). "Lamentamos que o uso da imagem do pontífice tenha ferido a sensibilidade dos fiéis. Confirmando nosso sentimento, decidimos retirar esta imagem de qualquer publicação", concluiu.

O anúncio da decisão da Benetton foi divulgado minutos depois que o porta-voz da Santa Sé, Federico Lombardi, ter informado em nota oficial que a Secretaria de Estado do Vaticano estudava possíveis medidas para buscar, junto "às autoridades competentes, garantir uma justa tutela de respeito à figura do papa".

"Trata-se de uma grave falta de respeito com o papa, uma ofensa aos sentimentos dos fiéis, uma demonstração evidente de como no âmbito da publicidade é possível violar todas as regras elementares do respeito para atrair atenção", afirma Lombardi no texto.

O papa Bento 16 não é o único que aparece nas fotomontagens. O presidente americano, Barack Obama, por exemplo, também aparece beijando o líder venezuelano Hugo Chávez, assim como o presidente francês, Nicolas Sarkozy, com a chanceler alemã, Angela Merkel.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, também foram retratados se beijando.

A campanha publicitária foi apresentada nesta quarta-feira em Paris pelo vice-presidente executivo de Benetton, Alessandro Benetton, que alegou que o fato de a fotomontagem usar a figura de líderes internacionais é só "uma simplificação para transmitir essa mensagem". EFE
 

 

Notícias