PUBLICIDADE
Topo

Obama homenageia soldados que "deram suas vidas" pelos EUA no Memorial Day

28/05/2012 15h09

Washington, 28 mai (EFE).- Ao celebrar o "Memorial Day" nesta segunda-feira, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prestou uma homenagem aos soldados que "deram suas vidas pelo país" e destacou que, pela primeira vez em nove anos, já não há americanos "lutando e morrendo no Iraque".

"Cada um dos soldados mortos amava este país e tudo o que ele representa mais do que a própria vida", declarou Obama na tradicional cerimônia do "Memorial Day" no cemitério militar de Arlington, na Virgínia, qualificado pelo presidente como "um santuário daqueles que deram a vida pelos Estados Unidos".

Acompanhado pela esposa Michelle e pelo secretário de Defesa, Leon Panetta, o presidente assim prestou sua homenagem aos americanos mortos em combate. Neste ano, em celebração ao seu 25º aniversário, a data é dedicada especialmente aos veteranos da Guerra do Vietnã.

"Pela primeira vez em nove anos nossos soldados já não estão lutando e morrendo no Iraque", lembrou Obama, que, por sua vez, já havia anunciado a retirada das tropas americanas em 2011.

Neste ano, os atos do Memorial Day marcam o início das comemorações do 50º aniversário do fim da Guerra do Vietnã, que foi encerrada em 1975 com um balanço de mais de 58 mil militares americanos mortos e mais de 304 mil feridos.