PUBLICIDADE
Topo

Ucrânia diz que enviará corpos de mortos em acidente aéreo para Holanda

Em Manila (Filipinas)

21/07/2012 03h12

Kiev, 21 jul (EFE).- A Ucrânia está disposta a entregar para a Holanda os corpos dos mortos no acidente do avião da Malaysia Airlines para que as autópsias sejam feitas neste país, disse nesta segunda-feira o primeiro-ministro da Ucrânia, Arseni Yatseniuk.

"Em relação às autópsias e aos exames legistas das pessoas falecidas, em Amsterdã se encontra uma das clínicas mais desenvolvidas do mundo, e o governo ucraniano está disposto a transportar todos os corpos para lá para que se realizem os exames necessários", afirmou Yatseniuk em entrevista coletiva em Kiev.

O chefe do governo disse que o acidente do avião é uma "terrível tragédia internacional", um "crime internacional contra a humanidade que deve ser investigado por uma comissão internacional".

"Concordamos que a chefia e a coordenação das investigações seja assumida pela Holanda, o país mais afetado, com a cooperação de toda a comunidade internacional", afirmou.

Dos 298 mortos na tragédia, 198 eram holandeses. O avião, segundo o governo da Ucrânia e parte da comunidade internacional, foi derrubado por um míssil.

"Temos fotografias do lançamento do míssil", disse Yatseniuk, insistindo que o foguete foi disparado de uma zona controlada pelos separatistas pró-Rússia.

O primeiro-ministro ressaltou que as Forças Armadas da Ucrânia não empregam mísseis terra-ar nas operações contra as milícias separatistas do leste do país.

"O Ministério da Defesa fornecerá toda a informação sobre onde se encontram todos os mísseis de defesa antiaérea", prometeu.