PUBLICIDADE
Topo

Pelo menos 110 pessoas morrem em forte onda de frio na Índia

02/01/2013 08h13

Nova Délhi, 2 jan (EFE).- A onda de frio que vem atingindo o norte da Índia nas últimas semanas deixou até o momento 110 mortos, em sua maioria indigentes, depois que foi confirmada nesta quarta-feira a morte de nove pessoas em Uttar Pradesh, o estado mais afetado.

As mortes registradas hoje em Uttar Pradesh - onde o número de mortos já passa de 92 - aconteceram nas cidades de Mirzapour, Muzaffamagar, Barreilly, Moradabad e Amroha, disseram fontes oficiais não identificadas ao jornal local "Times of India".

O estado de Uttar Pradesh registrou algumas das temperaturas mais baixas do subcontinente indiano, e a cidade de Agra - onde fica o Taj Mahal - teve a temperatura mais baixa da região, com 0,9 graus centígrados.

Outras áreas da Índia, como a Caxemira, no noroeste do país, registram temperaturas muito mais baixas (nesta madrugada a região de Kargil chegou a atingir -17ºC), mas são regiões onde a população está acostumada com o frio extremo.

A maioria dos mortos pela onda de frio na Índia é de indigentes e pessoas que vivem em bairros pobres, com pouca ou nenhuma proteção contra o frio, segundo a imprensa local.

Muitas cidades indianas têm abrigos para indigentes, mas as instalações são insuficientes para acolher pessoas necessitadas e frequentemente se encontram em estado precário.

Apesar da variedade de climas do subcontinente indiano, o inverno pode ser muito rigoroso nas regiões ao norte do país, incluindo a capital, Nova Délhi.