PUBLICIDADE
Topo

Número de mortos pela ofensiva israelense em Gaza chega a 208

16/07/2014 10h38

Gaza, 16 jul (EFE).- O número de palestinos mortos pela ofensiva militar israelense na Faixa de Gaza, iniciada há nove dias, chegou a 208, enquanto o de feridos passa de 1.500, segundo fontes de saúde do território.

Nas últimas horas, os bombardeios aéreos de Israel na Faixa de Gaza mataram 12 pessoas, enquanto 10 ficaram feridas.

O porta-voz do Ministério da Saúde da de Gaza, Ashraf Al Qedra, informou que entre as vítimas estão uma criança, seu irmão e uma mulher da cidade de Khan Yunes, que foram atingidos por um míssil disparado por um avião de guerra israelense contra o carro no qual viajavam.

Enquanto o número de vítimas aumenta, os esforços para se conseguir um cessar-fogo que permita as partes estabelecer um diálogo rumo a uma trégua definitiva continuam.

Segundo diversas fontes, o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, viajará hoje ao Egito para analisar com o presidente Abdul Fatah Al Sisi os termos para se conseguir um fim das hostilidades.

A imprensa local afirma que a agenda de Abbas incluiria também um encontro com o líder do movimento islamita no exílio, Khaled Mashaal, e o também dirigente do Hamas, Moussa Abu Marzuq, para estudar a iniciativa apresentada ontem pelo Egito com o apoio dos EUA mas rejeitada pela organização e a Jihad Islâmica.

Hoje, o exército pediu para que os moradores da cidade de Bet Lahia, ao norte de Gaza, e dos bairros de Shayaia e Zeitoun, na capital Gaza, para que abandonassem seus lares "por sua própria segurança", diante da possibilidade de novos bombardeios na região.

Alguns meios de comunicação israelenses informaram que a intenção das forças armadas é destruir milhares de casas nas três áreas, próximas à fronteira, que abrigam túneis em seu subsolo.

Por sua parte, nem os líderes do Hamas nem de outras milícias palestinas se pronunciaram sobre o novo pedido de evacuação formulado pelo exército, o segundo desde que começou o ataque sobre Gaza.

Por enquanto, a imprensa israelense afirmou que mais de 65 foguetes foram lançados de Gaza contra Israel ao longo do dia, enquanto no começo da manhã 39 alvos no território foram atacados.

Ontem morreu o primeiro civil israelense durante o atual conflito bélico ao ser atingido por um foguete disparado por milicianos palestinos na passagem fronteiriça de Erez, ao norte de Gaza, onde a vítima distribuía comida entre os soldados.