Topo

Brasileiro Domingos Peixoto ganha Prêmio Rei da Espanha de Fotografia

06/02/2015 09h30

Madri, 6 fev (EFE).- A imagem do cinegrafista Santiago Andrade ferido durante os protestos no Rio de Janeiro em fevereiro de 2014 permitiu ao brasileiro Domingos Peixoto ser agraciado nesta sexta-feira com o Prêmio Internacional Rei da Espanha de Fotografia.

"Crime à liberdade de imprensa" é uma série de três fotos publicadas pelo jornal "O Globo" no dia 6 de fevereiro do ano passado e capturadas por Peixoto.

Elas mostram Andrade após ser atingido por um rojão lançado por manifestantes quando cobria um protesto no Rio de Janeiro contra a alta das tarifas dos ônibus.

Santiago, da "Rede Bandeirantes", morreu por causa dos ferimentos causados pelo rojão.

Domingos Peixoto, de 50 anos, é profissional há 25 e conta com vários prêmios.

Já ganhou o Rei da Espanha em 2003 com uma foto intitulada "Retrato do desemprego" que também publicou em "O Globo".

O júri destacou a habilidade do fotógrafo no momento exato da explosão da bomba que causou a morte do repórter e, além disso, reconhece o risco e o valor dos jornalistas que em algumas ocasiões põem em perigo sua vida para realizar seu trabalho.

O prêmio, patrocinado pela empresa internacional de construção e concessões OHL, consiste em 6.000 euros e uma escultura do artista Joaquín Vaquero Turcios.

Para esta edição dos prêmios Rei da Espanha, a 32ª, foram apresentados 20 trabalhos de fotografia.

Notícias