Topo

Indonésia resgata restos mortais de piloto de avião que caiu com 162 a bordo

Em Bancoc

07/02/2015 10h21

As autoridades da Indonésia informaram que resgataram os restos mortais do piloto do avião da AirAsia que caiu com 162 pessoas a bordo no mar de Java em dezembro e localizaram o corpo do copiloto, disse neste sábado (7) a imprensa local.

Os dois estavam na parte frontal do avião, a cerca de 20 metros do corpo principal da fuselagem. O corpo do comandante da aeronave está "muito decomposto", mas permanecia uniformizado e preso a seu assento, afirmaram as autoridades em comunicado divulgado na noite de sexta-feira.

Os trabalhos de resgate prosseguirão hoje para tentar resgatar os restos mortais do copiloto, informou o portal de notícias "Detik.com".

Até o momento, os serviços de resgate recuperaram os corpos de quase cem ocupantes do voo QZ8501 da AirAsia.

Segundo a investigação, o copiloto estava ao comando do avião quando este caiu no mar de Java após realizar uma manobra para evitar uma tempestade.

O Comitê Nacional para a Segurança no Transporte da Indonésia indicou que o piloto supervisionava o copiloto e que toda a tripulação estava corretamente certificada.

O avião voava em altitude estável e dentro dos limites de peso e equilíbrio quando o piloto pediu para subir de 32.000 pés a 38.000 por estar em uma zona de tempestade que alcançava os 44.000 pés.

Apesar de ter obtido permissão para subir até 34.000 pés, o avião virou à esquerda para subir até 37.400 pés em 30 segundos e depois voltou a descer a 32.000 pés em outros 30 segundos, antes de começar a cair.

No Airbus 320-200, viajavam, entre passageiros e tripulação, 155 indonésios, três sul-coreanos, um britânico, um francês, um malaio e um cingapuriano.

Notícias