PUBLICIDADE
Topo

Imigrantes resgatados nas últimas 48 horas devem chegar à Itália

04/05/2015 06h47

Roma, 4 mai (EFE).- Os 5.700 imigrantes resgatados em mais de 20 operações no Canal da Sicília nas últimas 48 horas chegarão nesta segunda-feira aos portos italianos, segundo informaram fontes da Marinha militar e da Guarda Costeira da Itália.

Esta manhã chegava ao porto de Reggio Calabria a fragata Bersagliere da Marina Militar com 778 imigrantes que foram resgatados durante o fim de semana quando estavam em cinco barcaças.

Durante a noite chegaram aos portos da ilha da Sicília e da Calábria um total de 1.600 imigrantes e o resto é esperado que cheguem à terra firme durante o dia de hoje.

Também se espera a chegada da patrulheira Vega ao porto de Augusta com 675 imigrantes resgatados durante os dias 2 e 3 de maio em três operações.

A Marinha Militar italiana comunicou que a bordo de outra de suas embarcações, a Bettica, estão outros 654 imigrantes que chegarão nas próximas horas a um porto ainda por definir.

Entre estes imigrantes estão a mulher que foi resgatada no dia 2 de maio e que deu à luz uma menina a bordo da embarcação da Marinha, ambas em bom estado.

No total, a Marinha Militar comunicou hoje o resgate de cerca de 2.000 imigrantes nas últimas 48 horas que se somam aos 3.700 informados à Guarda Costeira também durante o fim de semana.

Também se informou que há dez mortos entre os imigrantes durante o fim de semana.

Três deles foram encontrados em um bote inflável no qual viajavam 105 pessoas, enquanto outros quatro corpos estavam em outra barca na qual estavam 73 pessoas, informaram os meios de comunicação locais.

Segundo a imprensa, outros três imigrantes morreram afogados quando se atiraram ao mar na tentativa de chegar à embarcação que estava se aproximando para resgatá-los quando estavam a 35 milhas do litoral da cidade líbia de Zhuwara.