PUBLICIDADE
Topo

Estado Islâmico destruiu Arco do Triunfo de Palmira, diz ONG

Em 2014, o Arco do Triunfo de Palmira, cuja parte arqueológica está incluída na lista do Patrimônio da Humanidade da Unesco, estava intacto - Joseph Eid - 14.mar.2014/AFP
Em 2014, o Arco do Triunfo de Palmira, cuja parte arqueológica está incluída na lista do Patrimônio da Humanidade da Unesco, estava intacto Imagem: Joseph Eid - 14.mar.2014/AFP

05/10/2015 01h25

O Estado Islâmico (EI) destruiu no domingo (4) o Arco do Triunfo de Palmira, que datava da época romana, e com isso já arrasou três arcos antigos desde que ocupou essa cidade síria em maio passado, informou nesta segunda-feira (5) o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

Os ativistas do grupo islâmico radical acabaram com os arcos e só restam as colunas devido provavelmente a que continham símbolos e inscrições, acrescentou essa entidade não governamental com sede em Beirute em sua conta no Twitter.

Já em junho passado, as autoridades sírias denunciaram que o EI tinha colocado explosivos em diferentes partes de Palmira, cuja parte arqueológica está incluída na lista do Patrimônio da Humanidade da Unesco.

Este povoado foi nos séculos I e II d.C. um dos centros culturais mais importantes do mundo antigo e ponto de encontro das caravanas na Rota da Seda, que atravessavam o árido deserto do centro da Síria.

Antes do início da disputa, em março de 2011, suas ruínas eram uma das principais atrações turísticas de país e da região.

Notícias