PUBLICIDADE
Topo

Circulação de metrô em Bruxelas é cancelado por risco iminente de atentados

De Bruxelas

21/11/2015 06h19

Nenhum metrô circulará neste sábado em Bruxelas, após a decisão do Centro de Crise belga, esta madrugada, de elevar para o máximo o nível de alerta terrorista na região, passando de 3 para 4, perante a "ameaça iminente" de atentados.

A Sociedade de Transportes Intercomunais de Bruxelas (++STIB++), que anunciou hoje a anulação da circulação das linhas de metrô, embora não as dos ônibus, explicou que a situação será avaliada a cada dia.

O Centro de Crise belga tinha aconselhado ao governo da região de Bruxelas a interrupção da circulação do metrô na rede entre sábado 21 e domingo 22 de novembro.

Segundo esse Centro, era importante divulgar o mais rápido possível a informação do aumento do alerta de segurança "para que todo mundo esteja informado a partir desta manhã".

As autoridades administrativas dos 19 distritos comunais da região de Bruxelas, o Centro de Crise lhes aconselha também a anulação dos grandes eventos previstos em seus territórios.

Também se pede a eles que façam "um comunicado dirigido à população" para que sejam evitados os lugares onde costuma haver grande presença de pessoas.

Além disso, recomendam o cancelamento dos jogos de futebol da primeira e segunda divisão durante este fim de semana, embora ainda não tenha sido comunicado nenhuma decisão a respeito.

O órgão recomenda aumentar o dispositivo policial e militar que patrulha as ruas de Bruxelas.

Também se pede à população que facilite os controles de segurança.

Para o resto do país segue em vigor o nível de alerta 3, elevado, que se aplica nos casos de ameaça "possível e provável" e que foi adotado após os atentados de Paris.

Notícias