PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Macedônia começa a erguer cerca de 4 quilômetros na fronteira

A cerca permanecerá aberta para todos aqueles refugiados de países em guerra - Yannis Behrakis/ Reuters
A cerca permanecerá aberta para todos aqueles refugiados de países em guerra Imagem: Yannis Behrakis/ Reuters

Em Skopje

28/11/2015 11h56

Unidades do exército da Macedônia começaram a erguer neste sábado (28) uma cerca de quatro quilômetros de extensão na fronteira com a Grécia a fim de prevenir o cruzamento ilegal de refugiados e migrantes.

O exército informou em comunicado que a cerca metálica estará pronta nas próximas 24 horas. "Isto não quer dizer que estejamos fechando a fronteira. Permanecerá aberta para todos aqueles refugiados de países golpeados por guerras. Com este passo, a Macedônia ajuda os refugiados e a Europa a melhorar a organização das rotas de passagem", assinalaram as forças armadas.

A cerca tem como objetivo bloquear todos os pontos ilegais de entrada e canalizar o fluxo de refugiados rumo às passagens fronteiriças. Quando os soldados começaram com as tarefas de construção, cerca de cem migrantes bloqueados na parte grega começaram a jogar-lhes pedras, assim como contra os policiais que intervieram com gás lacrimogêneo para dispersá-los.

Segundo a imprensa local, quatro policiais ficaram levemente feridos como consequência do ataque. Há dois dias cerca de 100 migrantes econômicos, principalmente de Marrocos, Bangladesh, Paquistão e Argélia, tentaram romper o cerco policial para entrar na Macedônia a partir da Grécia.

Aos gritos de "Queremos ir à Alemanha" os migrantes tentaram romper o arame farpado e atravessar a fronteira, mas a polícia macedônia conseguiu impedi-los. Desde a semana passada a Macedônia permite o trânsito rumo à Sérvia apenas para os refugiados de Síria, Iraque e Afeganistão, o que fez com que várias centenas de migrantes se amontoassem no acampamento de Idomeni, no lado grego.

Internacional