Topo

Polícia prende 11 pessoas suspeitas de preparar atentados em Sarajevo

2015-12-22T10:58:00

22/12/2015 10h58

(Atualiza com confirmação oficial e dados da procuradoria).

Sarajevo, 22 dez (EFE).- Uma ampla operação policial prendeu 11 pessoas nesta terça-feira em Sarajevo por suspeita de terrorismo e vínculo com o grupo jihadista Estado Islâmico (EI), de acordo com a emissora de televisão bósnia "FTV".

As detenções ocorreram por ordem da procuradoria central bósnia e contaram com a participação de mais de cem agentes de uma unidade especial da polícia.

Os agentes procuravam 15 pessoas, supostamente em contato com o EI e com as pessoas que lutam na Síria e no Iraque junto à organização terrorista.

"Estão sendo inspecionados dois lugares de congregação religiosa de pessoas radicais" e outros locais e imóveis que elas utilizam, informou a procuradoria bósnia.

As inspeções são realizadas nos arredores do bairro de Rajlovac, onde em 18 de novembro morreram dois soldados em um atentado perpetrado por um homem vinculado com o movimento jihadista. Durante a inspeção foram confiscados alguns documentos de prova e uma bandeira do EI.

Entre os detidos está um líder do grupo local, Kemal Muric, nascido na Alemanha, onde terminou o ensino médio, casado e pai de quatro filhos.

Desde o fim da guerra bósnia (1992-1995) foram realizados 11 atentados terroristas no território, todos cometidos por salafistas ou pessoas vinculadas com doutrinas islâmicas extremistas. Calcula-se que entre 100 e 150 bósnios se uniram ao Estado Islâmico na Síria e no Iraque.

Mais Notícias