Após 20 anos no poder, presidente islandês afirma que não disputará reeleição

Berlim, 1 jan (EFE).- O presidente da Islândia, Olafur Ragnar Grimsson, anunciou nesta sexta-feira em seu discurso de Ano Novo que não concorrerá à reeleição após 20 anos no cargo.

"Chegou a hora que a responsabilidade recaia sobre outros ombros", declarou o político, de 72 anos, citado por meios de comunicação locais.

"Estes são bons tempos para que o país se aproxime da escolha de seu presidente de um ângulo novo", completou Grimsson, que ressaltou que a imagem da Islândia é muito positiva atualmente.

Grimsson assumiu a presidência do país em 1996 e foi eleito pela última vez em 2012. As eleições presidenciais na Islândia estão previstas para o próximo dia 25 de junho.

Após a crise financeira de 2008, Grimsson constituiu um grande apoio para os habitantes da ilha, também por ter se negado a estampar sua assinatura em diversos projetos de lei, entre os quais figuram, por exemplo, o acordo para indenizar poupadores estrangeiros após a quebra do banco Icesave.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos