Arábia Saudita reabre sua embaixada em Bagdá após 25 anos

Bagdá, 1 jan (EFE).- A Arábia Saudita reabriu sua embaixada em Bagdá, após permanecer 25 anos fechada, cujo novo titular será o embaixador Zamer al Sabhan, informaram nesta sexta-feira as autoridades de ambos países.

A embaixada estava fechada desde que o Iraque invadiu o Kuwait em agosto de 1990. Após a queda do regime de Saddam Hussein, em abril de 2003, o Iraque reabriu sua sede diplomática em Riad, mas a Arábia Saudita não fez o mesmo devido a suas reservas sobre o governo de Bagdá, de orientação xiita e próximo a seu rival, Irã.

O próprio embaixador disse à emissora de televisão saudita "Al Arabiya" que a abertura da sede diplomática permitirá uma maior cooperação de segurança e na luta contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

A Arábia Saudita é parte da coalizão internacional que bombardeia as posições do EI, e formou recentemente uma aliança islâmica para lutar contra o terrorismo.

Diplomatas iraquianos e árabes receberam ontem o embaixador saudita em sua chegada a Bagdá, segundo o Ministério das Relações Exteriores iraquiano.

Al Sabhan garantiu em sua chegada que não vai economizar esforços para desenvolver as relações com o Iraque e urgiu aos sauditas que lutam nas fileiras do EI neste país que se entreguem às autoridades. EFE

sy-mv/rsd

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos