Presidente de Ruanda anuncia que concorrerá ao terceiro mandato em 2017

Kigali, 1 jan (EFE).- O presidente de Ruanda, Paul Kagame, anunciou nesta sexta-feira que tem a intenção de se apresentar às eleições presidenciais de 2017 para concorrer ao terceiro mandato, depois que o referendo para modificar a Constituição, realizado em meados de dezembro, foi aprovado com 98,3% de votos favoráveis.

Em seu tradicional discurso de Ano Novo transmitido pelas emissoras de televisão e rádio estatais, Kagame afirmou que se apresentará ao pleito. "Não posso negar o pedido dos ruandeses para que continue liderando o país após 2017. Agora é só questão de seguir os procedimentos", declarou o presidente.

A mudança na Constituição, que na prática permitirá que o presidente ruandês possa concorrer a mais três mandatos, até 2034, foi muito criticada pela oposição, por organizações da sociedade civil e pela comunidade internacional.

Sobre isso, Kagame garantiu que as críticas vindas do exterior seguirão chegando porque a comunidade internacional não entende a Ruanda, mas assegurou que, quando for chegado o momento, haverá uma transferência de poderes pacífica no país.

Com essa manobra, Kagame segue o exemplo de outros líderes africanos que tentaram modificar os textos constitucionais para que pudessem continuar governando, frequentemente com graves consequências para a estabilidade de seus países.

Essa foi a manobra do ex-presidente de Burkina Fasso, Blaise Compaoré, que acabou sendo derrubado no final de 2014 por um histórico levantamento popular após quase três décadas no poder.

Além disso, o presidente do Burundi, Pierre Nkurunziza, impulsionou há alguns meses uma reforma constitucional que permitiu que ele fosse reeleito em julho, apesar da grande rejeição popular, o que desencadeou um conflito interno que se agravou nas últimas semanas.

Kagame tem 57 anos, é considerado o pai da nova Ruanda que surgiu após o genocídio de 1994 e foi criticado em repetidas ocasiões pelo rigor com que reprimiu seus críticos e dissidentes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos