Festas de Natal e Ano Novo deixam 48 mortos na Bolívia

La Paz, 2 jan (EFE).- Pelo menos 48 pessoas morreram durante as festividades de Natal e Ano Novo na Bolívia, onde a polícia precisou intervir em 8.704 casos, informou neste sábado o ministro de governo, Carlos Romero.

As mortes estão ligadas a casos de homicídios, suicídios e acidentes, detalhou o ministro, citado pelo site do jornal "El Deber".

Romero indicou que no Natal, a Força Especial de Luta contra a Violência (Felcv) atendeu 176 casos; a Força Especial de Luta contra o Crime (Felcc), 168 casos; e a Polícia Rodoviária, 4.829 casos.

A isso se somam pouco mais de mil casos nos quais intervieram a Unidade de Conciliação Cidadã e o Corpo de Bombeiros.

Durante a celebração do Ano Novo, as autoridades atenderam 2.462 casos, dos quais 132 corresponderam à Felcv; 119 à Felcc; e 1.542 à Polícia Rodoviária.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos