Ataque suicida do EI mata 12 policiais ao norte de Bagdá

Em Bagdá

Um ataque suicida em Tikrit, no norte do Iraque, reivindicado pelo EI, deixou 12 policiais mortos e outros dez feridos em uma base das forças iraquianas, informou uma fonte de segurança à Agência Efe.

O ataque foi realizado por três terroristas suicidas, que detonaram coletes explosivos após entrarem na base militar de Speicher, em Tikrit, 180 quilômetros ao norte de Bagdá e capital da província de Saladino.

As vítimas eram agentes da polícia da província de Ninawa, também no norte do Iraque, que recebiam treinamento nessa base para lutar contra o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) em sua região.

As forças de segurança lançaram uma operação de busca na região onde aconteceu o atentado para prevenir outros possíveis ataques suicidas.

O EI reivindicou em comunicado hoje mesmo o ataque e garantiu que sete de seus jihadistas com coletes explosivos realizaram o ataque contra "o exército dos apóstatas".

O grupo terrorista proclamou no final de junho de 2014 um califado nos territórios sob seu controle na Síria e no Iraque, após ter conquistado a cidade iraquiana de Mossul.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos