Esposa de Bill Cosby testemunhará sobre denúncias de assédio contra ele

Washington, 3 jan (EFE).- Um juiz negou o pedido dos advogados do comediante Bill Cosby para que sua esposa não deponha na quarta-feira em um processo de difamação coletivo, aberto por sete mulheres no estado de Massachusetts, informou neste domingo a imprensa americana.

Segundo um artigo publicado hoje no jornal "New York Post", Camille Cosby não se opõe a testemunhar na audiência, convocada pouco depois de o ator ser formalmente acusado no estado da Pensilvânia de agressão sexual a uma mulher em 2004.

"Meu marido não merece a prisão, mas merece o inferno pelo que está passando", diz o artigo no Post, que cita uma pessoa muito próxima à esposa de Cosby, que durante todos estes anos se manteve ao lado do marido.

O juiz do caso em Massachusetts, David H. Hennessy, negou o pedido dos advogados de Bill Cosby para que não ela não deponha e impediu que haja limites ao tipo de perguntas que podem ser feitas a Camille no interrogatório.

Ela testemunhará na quarta-feira, e seu marido só se apresentará dia 22 de fevereiro.

O processo aberto por sete mulheres que acusam Bill Cosby de agressão sexual, é por ele ter posteriormente as difamado ao dizer publicamente que suas acusações eram mentira.

Este novo processo foi aberto poucos dias depois de o comediante americano ser formalmente acusado de agressão sexual a uma mulher em 2004, a primeira ação na justiça após a avalanche de denúncias feitas durante anos contra o ator.

O Escritório do promotor do Condado de Montgomery, no estado da Pensilvânia, acusou o comediante de "agressão indecente agravada".

Se condenado ele pode pegar até dez anos de prisão, no que pode se tornar um dos mais famosos julgamentos contra uma celebridade de Hollywood.

A acusação é de Andrea Constand, ex-funcionária da Universidade de Temple, na Pensilvânia, que acusa Cosby, de 78 anos, de ter a drogado e estuprado em sua mansão em Cheltenham, subúrbio da cidade da Filadélfia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos