Oposição alemã pressiona Berlim a romper "aliança" com Arábia Saudita

Berlim, 3 jan (EFE).- A oposição parlamentar alemã pressionou neste domingo o governo de Angela Merkel a romper o que denominam de "aliança estratégica", política e comercial, com a Arábia Saudita, perante a brutalidade evidenciada pelas 47 execuções de ontem nesse país.

O Executivo da chanceler dever pôr fim a sua linha de "intolerável silêncio" frente às autoridades sauditas, afirmou hoje o líder dos Verdes, Cem Özdemir, em entrevista ao portal digital "RedaktionsNetzwerk".

Para o líder do partido ecopacifista, a grande coalizão de Merkel antepõe os "interesses econômicos e as exportações armamentistas" à defesa dos direitos Humanos e defende seus tratos com a Arábia Saudita no suposto papel estratégico desse país na luta contra o jihadismo do grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

Nas execuções praticadas ontem foram aplicados "métodos próprios de EI", argumentou Özdemir, que questionou se não se está aplicando uma política de "dois pesos e duas medidas" nas penas internacionais contra o jihadismo islâmico diante da "suavidade" com que se critica o regime saudita.

De forma parecida se pronunciou a porta-voz de Relações Exteriores do grupo parlamentar da Esquerda, Sevin Dagdelen, que criticou a "relação de parceiros estratégicos" que Berlim mantém em relação à Arábia Saudita.

A reação das duas formações opositoras do Bundestag (câmara baixa) seguem à condenação expressada ontem pelo representante de Direitos Humanos do governo alemão, Christoph Strässer, às 47 execuções na Arábia Saudita.

A aplicação dessas penas de morte, que vitimou o clérigo xiita Nimr Baqir al Nimr, provocou críticas entre a comunidade internacional, inclusive da chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, que alertou para o perigo de que aumentem as tensões na região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos