Rohani classifica ataque à embaixada saudita em Teerã de "injustificável"

Teerã, 3 jan (EFE).- O presidente do Irã, Hassan Rohani, qualificou de "injustificável" o ataque de grupos de manifestantes à embaixada e ao consulado da Arábia Saudita ontem à noite em Teerã e na cidade santa de Mashhad.

Em comunicado divulgado em seu site oficial, Rohani anunciou que os ataques que "causaram danos à embaixada e ao consulado da Arábia Saudita que, legítima e legalmente devem estar sob a proteção da República Islâmica do Irã, não são justificáveis de modo algum".

"Antes de mais nada pode ser considerado um insulto ao regime e prejudicial para a reputação da República Islâmica do Irã", disse Rohani, que assegurou que as autoridades farão frente a este ato.

"Todas as autoridades do regime estão determinadas a fazer frente a estes atos delitivos", acrescentou o chefe do Executivo iraniano.

Ontem à noite grupos de manifestantes em Teerã e na cidade de Mashhad atacaram e incendiaram a embaixada e o consulado saudita em protesto pela execução na Arábia Saudita de Nimr Baqir al Nimr, destacado líder xiita.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos