R.Unido proíbe que ex-primeiros-ministros se alojem em embaixadas no exterior

Londres, 3 jan (EFE).- O Ministério de Relações Exteriores do Reino Unido emitiu uma nova diretriz que impedirá que ex-primeiros-ministros, como o trabalhista Tony Blair, se alojem de maneira gratuita em suas embaixadas em viagens particulares, informou neste domingo o jornal "The Sunday Telegraph".

Segundo o jornal conservador, o Foreign Office quer impedir um "uso inadequado" das legações e do pessoal diplomático para assuntos ou negócios pessoais.

De acordo com as novas diretrizes remetidas aos embaixadores, os ex-membros do governo britânico ainda poderão beneficiar-se da ajuda das embaixadas, mas deverão seguir "os mesmos canais oficiais" que qualquer outra empresa que solicite mediação no exterior, exceto se estiverem em missão oficial.

A legislação especifica, segundo o jornal, que os ex-primeiros-ministros "que requeiram apoio logístico como representantes de empresas britânicas deverão agora tramitar sua solicitação" através do departamento de Comércio e Investimento, "para garantir que se ofereça o mesmo apoio a todas as companhias".

O "Telegraph" assinala que Blair e outros de seus ministros, como Jack Straw, que atualmente assessoram empresas, se aproveitaram dos serviços das embaixadas e pernoitaram gratuitamente "às custas do dinheiro do contribuinte".

O jornal recolhe os dados obtidos por um deputado conservador no amparo da Lei de Liberdade de Informação, que revelam que Blair, a quem se atribui uma fortuna de US$ 88,4 milhões, se alojou nos últimos anos na residência do embaixador em capitais como Washington, Paris e Trípoli.

Um porta-voz do ex-primeiro-ministro trabalhista confirmou ao jornal que Blair, "da mesma forma que outros ex-primeiros-ministros, foi convidado a alojar-se em embaixadas, embora na maioria de suas visitas fique em hotéis".

"Não foi tratado de forma diferente a nenhum outro primeiro-ministro, e é absurdo sugerir que utilizou estes convites por razões de negócios", assegurou este porta-voz, que acrescentou: "Só se fica (em embaixadas) com convite expresso do embaixador".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos