Turquia deu informações sobre risco de atentados em Munique, segundo jornal

Ancara, 3 jan (EFE).- Os serviços secretos turcos foram os que avisaram às forças de segurança alemãs sobre um possível atentado em Munique às vésperas de Ano Novo, o que provocou a evacuação de duas estações de trem na capital bávara, informou neste domingo o jornal turco "Hürriyet".

A Turquia compartilhou informação com Alemanha, França, Áustria e Bélgica de que cinco jihadistas do grupo terrorista Estado islâmico (EI) teriam chegado à Europa com o objetivo de cometer atentados suicidas nas festas de Ano Novo.

A advertência dada às forças de segurança desses países indica que os jihadistas teriam chegado à Europa em outubro após atravessar o mar Egeu com passaportes falsos e estavam preparando atentados simultâneos.

Entre os possíveis alvos dos ataques suicidas se encontram igrejas e áreas de lazer de capitais europeias.

O jornal indicou que os supostos terroristas teriam recorrido à rota marítima do Egeu para chegar à Europa com passaportes falsos devido ao reforço da segurança nos aeroportos.

O titular de Interior do estado federado da Baviera -cuja capital é Munique -, Joachim Herrmann, tinha afirmado à imprensa que o aviso chegou de um serviço secreto amigo e falava de uma hora e um lugar concretos e de terroristas do entorno do EI.

Herrmann acrescentou que as informações recebidas eram de tal peso que, apesar de não serem 100% seguras, não podiam ser ignoradas, razão pela qual tomaram medidas imediatamente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos