Azerbaijão fechará embaixadas em Colômbia, Uruguai e Cuba

Baku, 4 jan (EFE).- Azerbaijão planeja fechar suas embaixadas e escritórios comerciais na Colômbia, no Uruguai e em Cuba, motivado pela má situação econômica que atravessa o país e que exige a redução de gastos, revelou nesta segunda-feira o jornal "Haqqin".

O fechamento de várias embaixadas e consulados honoríficos foi anunciado por Baku há semanas, mas agora o jornal azerbaijano teve acesso à lista de países afetados pela medida.

Além de fechar as delegações diplomáticas nos três países latino-americanos, o ministerio de Relações Exteriores azerbaijano também fechará seus consulados honoríficos em Gênova, na Itália; no Líbano; em Bratislava, na Eslováquia; em Santa Fé, nos Estados Unidos; e em Kharkov, na Ucrânia.

Além disso, as autoridades do país adiaram a abertura de suas embaixadas na Tailândia, no Afeganistão, em Omã e no Iraque.

A volatilidade do petróleo nos mercados bateu com dureza na economia do Azerbaijão, país do litoral do mar Cáspio com enormes reservas de hidrocarbonetos e que nos últimos anos tinha se tornado em um dos mais prósperos da região graças aos elevados preços do petróleo.

O manat, a moeda azerbaijana, perdeu há duas semanas um terço de seu valor em relação ao dólar depois de o Banco Central do Azerbaijão anunciar a liberalização de sua taxa de câmbio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos