CE analisa reintrodução de controles de fronteira entre Dinamarca e Alemanha

Bruxelas, 4 jan (EFE).- A Comissão Europeia (CE) disse nesta segunda-feira que vai analisar a reinserção temporária de controles internos anunciada pela Dinamarca em sua fronteira com a Alemanha para determinar se é inevitável.

A porta-voz comunitária de Interior, Tove Ernst, explicou na entrevista coletiva diária da instituição que a CE recebeu hoje a notificação da medida e que será examinada à luz da "proporcionalidade" e da "necessidade". Segundo ela, quando tiver uma avaliação, o órgão a comunicará às autoridades dinamarquesas.

Tove esclareceu que a Dinamarca informou que esta ação irá valer até o próximo dia 14 e que responde a questões de "segurança pública e de ordem interna". De acordo com a porta-voz, o comissário europeu de Interior, Dimitris Avramopoulos, conversou sobre o assunto com as autoridades dinamarquesas.

A reintrodução de controles acontece depois de a Suécia anunciar ontem que começaria a aplicar hoje inspeção de identidades nas fronteiras com a Dinamarca para frear entrada de refugiados.

Atualmente, Suécia, Dinamarca, Áustria, Alemanha e França mantêm controles temporários internos, assim como a Noruega, que não é membro da UE, mas faz parte da área de livre circulação de Schengen. A CE deu o sinal verde a esta medida, permitida pelas regras atuais para casos excepcionais, e se mantém em contato com as autoridades de cada país sobre a evolução da situação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos