Emirados Árabes rebaixam nível de representação diplomática no Irã

Abu Dhabi, 4 jan (EFE).- O governo dos Emirados Árabes unidos anunciou nesta segunda-feira a diminuição de sua representação diplomática no Irã, depois que o Bahrein e a Arábia Saudita romperam as relações diplomáticas com Teerã, informou a agência oficial notícias do país, "WAM".

De acordo com o texto, o embaixador dos Emirados Árabes em Teerã, Saada Seif al Zaadi, irá voltar a seu país e a representação ficará reduzida a um escritório encarregado de negócios. O governo disse que esta "medida excepcional" responde à "ingerência contínua iraniana nos assuntos internos dos países árabes do Golfo, que chegou a níveis sem precedentes".

A decisão foi divulgada depois do anúncio feito hoje pelo Bahrein de cortar as relações diplomáticas com o Irã, da mesma forma que a Arábia Saudita fez ontem à noite. Todos eles citaram como principal motivo os ataques à embaixada saudita em Teerã e seu consulado na cidade de Mashhad, registrados neste fim de semana durante os protestos contra a execução do clérigo xiita Nimr Baqir al Nimr na Arábia Saudita.

Os países árabes do Golfo Pérsico acusaram reiteradamente o Irã de interferir em seus assuntos internos e de apoiar à oposição xiita, que pede mais direitos e igualdade e que costuma ser reprimida pelas autoridades sunitas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos