Hollande faz de luta contra terrorismo uma de suas prioridades em 2016

Paris, 4 jan (EFE).- O presidente da França, François Hollande, fixou nesta segunda-feira "três grandes prioridades" para seu governo este ano: a luta contra o terrorismo e pela segurança, a ação contra o desemprego e o investimento para o futuro.

O porta-voz do governo, Stéphane Le Foll, que compareceu à imprensa ao término do primeiro Conselho de Ministros do ano, assinalou que em matéria antiterrorista a questão agora se centra na reforma constitucional que Hollande propôs depois dos atentados jihadistas de 13 de novembro.

O objetivo dessa reforma é integrar o estado de emergência e inscrever na Constituição uma polêmica disposição - muito contestada entre os dirigentes do Partido Socialista (PS), o do chefe do Estado - para retirar a nacionalidade francesa aos binacionais condenados por terrorismo.

A esse respeito, Le Foll comentou que agora "começará um debate em que vamos ver as propostas. A preocupação do presidente da República e do governo é reunir uma maioria ampla para a proteção dos franceses que deve superar as fraturas frequentes".

O primeiro-secretário do PS, Jean-Christophe Cambadélis, tinha manifestado sua vontade de que a retirada da nacionalidade aos terroristas não se limite aos binacionais, mas a todos os franceses, para evitar que seja percebida como uma medida discriminatória.

Sobre o emprego, o presidente francês em seu discurso de fim de ano, em 31 de dezembro, garantiu que continua a ser sua "primeira prioridade" e falou de um "estado de urgência econômico e social".

Hollande prometeu um "plano em massa de formação para o emprego" em profissões com futuro para 500 mil beneficiados, um número muito superior aos 150 mil que houve em 2015.

Segundo o jornal "Les Echos", esse dispositivo teria um custo próximo do um bilhão de euros (R$ 4,4 bilhões), a metade que caberia à administração do Estado e o resto às regiões e aos interlocutores sociais através dos fundos de formação profissional.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos