Mais de 200 membros do PKK morreram em choques com exécito desde dezembro

Istambul, 4 jan (EFE).- Pelo menos 280 membros ou simpatizantes da guerrilha curda do PKK morreram em distintas operações iniciadas em dezembro pelo exécito turco, aos quais se soma um soldado no domingo na cidade de Diyarbakir, segundo informaram nesta segunda-feira as Forças Armadas.

O militar morreu em um confronto com membros do proscrito Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) no bairro ao sul de Diyarbakir, que está há um mês sob toque de recolher.

Também continuam as operações militares nos municípios de Cizre e Silopi, ambos na província de Sirnak, onde o toque de recolher foi declarado em 14 de dezembro para desmantelar as barricadas populares levantadas em vários bairros por simpatizantes da guerrilha curda.

Os militares asseguraram que ontem "neutralizaram" dois supostos "terroristas" em Silopi e oito em Cizre.

Com essas mortes, o total de baixas inimigas chega a 30 no primeiro município e a 195 no segundo, segundo uma nota da cúpula militar divulgada hoje, ao qual se acrescentam 55 em Diyarbakir.

O Partido de Trabalhadores de Curdistão (PKK) negou que seus guerrilheiros combatam nestas cidades e assegurou que o Exército intervém contra jovens simpatizantes da guerrilha que só usam armas leves.

A guerrilha também põe em dúvida os altos números de mortes avançados pela cúpula militar.

O partido esquerdista e pró-curdo HDP, o terceiro do parlamento, denunciou ontem à noite em comunicado as mortes de civis nestes três municípios.

Desde o início da operação militar em dezembro morreram 27 pessoas em Cizre, 20 em Silopi e 14 em Diyarbakir, segundo esta apuração, que não esclarece se houve, além disso, baixas de combatentes rebeldes.

Desde que o PKK e o governo romperam em julho o cessar-fogo declarado em 2013, nos três municípios mencionados morreram já 80 pessoas, às quais se acrescentam outras 142 em 20 municípios com toques de recolher militares, segundo o HDP.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos