Turquia prende nove membros do EI que tentavam entrar no país vindos da Síria

Ancara, 4 jan (EFE).- As forças de segurança da Turquia detiveram nove supostos membros do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) quando tentavam atravessar a fronteira da Síria à Turquia, informaram as autoridades nesta segunda-feira.

Os nove suspeitos são estrangeiros, embora suas nacionalidades não tenham sido reveladas, indicou um comunicado o escritório do governador de Kilis, província do sul da Turquia na fronteira com a Síria.

A Turquia mantém um alto nível de alerta para impedir o fluxo de "combatentes estrangeiros" que tentam se unir às fileiras do Estado Islâmico na Síria atravessando a Turquia.

Segundo números do ministério de Relações Exteriores divulgados em dezembro, desde o início dos alertas antijihadistas, lançados em 2011, as autoridades deportaram mais de 2.700 pessoas suspeitas de tentaram se unir ao EI.

Além disso, a Turquia negou a entrada a outras 1.600 pessoas e mantém uma "lista negra" com mais de 28.400 nomes, aos quais não permite o acesso, baseada em informações dos serviços secretos de países aliados, em grande parte europeus.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos