Sobe para 17 o número de mortos em incêndio provocado em ônibus na China

Em Pequim

  • Reuters

O número de mortos no incêndio em um ônibus urbano no noroeste da China aumentou para 17 após três corpos serem achados entre os restos carbonizados do veículo, segundo anunciaram as autoridades da cidade de Yinchuan.

Outras 32 pessoas ficaram feridas, uma delas em estado crítico, enquanto o suposto autor do incêndio foi já detido, disseram vários funcionários em entrevista coletiva, indicou a agência oficial "Xinhua".

O suspeito, identificado como Ma Yongping, foi detido em um edifício em obras com parte de sua roupa queimada, embora as autoridades não tenham divulgado detalhes de como o ônibus foi incendiado e nem os motivoss.

O incêndio aconteceu por volta das 7h local desta terça-feira (21h08, em Brasília) em Yinchuan, a capital da região autônoma de Ningxia, quando um ônibus de transporte urbano se encontrava perto de um centro comercial no caminho da estação de ferrovia.

As testemunhas relataram que o fogo começou na parte de atrás do veículo e se propagou rapidamente para a região dianteira, por isso que os sobreviventes tiveram que fugir de forma precipitada.

O ônibus, com capacidade para 84 pessoas, não estava completamente ocupado no momento do incidente e ficou totalmente calcinado pelas chamas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos