Morrem 20 refugiados que tentavam chegar à Grécia desde a Turquia

Istambul, 5 jan (EFE).- Pelo menos 20 pessoas morreram afogadas nesta terça-feira após o naufrágio das embarcações nas quais tentavam chegar à Grécia desde o litoral da Turquia, segundo informa o jornal turco "Hürriyet".

Um primeiro naufrágio causou a morte de 13 pessoas que se dirigiam para a ilha grega de Lesbos e cujos corpos apareceram ao longo de centenas de metros em uma praia do município de Ayvalik.

Segundo os testemunhos recolhidos, um bote inflável carregado de refugiados tinha saído da Turquia durante a madrugada, mas tombou pouco depois devido às rajadas de vento e às ondas.

As patrulhas litorâneas turcas conseguiram resgatar oito sobreviventes, dos quais alguns tinham conseguido subir a um próximo quebra-mar.

Outros refugiados foram resgatados de água com fortes sintomas de hipotermia e internados no hospital municipal de Ayvalik.

Nas seguintes horas, foram achados outros sete corpos sem vida na praia de Dikili.

Segundo o jornal "Cumhuriyet", desta praia partiu hoje um bote inflável com 58 refugiados, a maioria afegãos e iranianos, que afundou pouco depois do início da travessia.

O destino deste bote era a ilha de Lesbos, a uns 20 quilômetros desta praia.

A guarda litorânea turca recuperou dezenas de pessoas desta embarcação.

A Turquia abriga cerca de 2,2 milhões de sírios, a 45 mil afegãos, 100 mil iraquianos e 14 mil iranianos, bem como solicitantes de asilo, bem como refugiados.

Durante 2015, as patrulhas marítimas turcas recuperaram 86.462 pessoas sem documentos que tentavam alcançar uma das ilhas gregas, segundo dados oficiais divulgados ontem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos