Turquia condena ataque a embaixada saudita no Irã e pede bom senso

Istambul, 5 jan (EFE).- O primeiro-ministro da Turquia, Ahmet Davutoglu, condenou nesta terça-feira o ataque à embaixada da Arábia Saudita em Teerã no domingo e pediu que sejam feitos esforços para manter o bom senso e a paz.

"Não podemos aceitar ataques a delegações diplomáticas" disse o líder durante um discurso para um grupo parlamentar de seu partido, o islamita AKP, segundo o jornal turco "Sabah".

"A tensão sectária está subindo e devemos fazer esforços de bom senso", pediu Davutoglu, prometendo "fazer esforços para estabelecer a paz".

Horas antes, o ministério de Relações Exteriores turco tinha emitido um comunicado neste mesmo sentido.

"Nos inteiramos com preocupação do ataque contra as missões diplomáticas sauditas no Irã", assinala este comunicado, divulgado no site do ministério, antes de lembrar a proteção que a Convenção de Viena da as delegações diplomáticas.

"Por isto não podemos aceitar as agressões contra a embaixada saudita em Teerã e o consulado em Meshhed", ressaltaou a nota.

Arábia Saudita e Irã estão imersos em um conflito diplomático desde que as autoridades sauditas executaram, sábado, 47 réus, entre eles um conhecido clérigo xiita, a corrente do islã majoritária no Irã.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos