Detectam tremor na Coreia do Norte e pode ter sido causado por teste nuclear

Seul, 6 jan (EFE).- Vários centros sismológicos detectaram nesta quarta-feira um terremoto de magnitude em torno de 5 na escala Richter no nordeste da Coreia do Norte, que pode ter suas origens em um novo teste nuclear, informou a agência sul-coreana de notícias "Yonhap".

O terremoto foi detectado muito perto da base de testes nucleares de Punggye-ri, local onde aconteceram os três testes atômicos realizados até o momento na Coreia do Norte, o último deles em fevereiro de 2013.

A Administração Meteorológica da Coreia do Sul (KMA, sigla em inglês) afirmou que o sismo não se originou de forma natural, o que indicaria que responde a um novo teste nuclear, enquanto o regime de Kim Jong-un anunciou que fará um anúncio oficial ao meio-dia local (1h30 de Brasília).

Segundo dados do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, sigla em inglês), o terremoto aconteceu por volta das 10h locais da Coreia do Norte (23h30 de Brasília da terça-feira), teve magnitude 5,1 na escala Ritcher e seu hipocentro foi localizado a dez quilômetros de profundidade.

As coordenadas publicadas pelo USGS correspondem ao condado de Kilju, na província de Hamgyong do Norte, onde fica a base de testes nucleares de Punggye-ri.

O centro sismológico da China, por sua vez, disse que o terremoto teve magnitude 4,9 e parece ter sido provocado por uma explosão.

Na Coreia do Sul, o Ministério das Relações Exteriores convocou uma reunião para analisar dados e averiguar as causas exatas do incidente, enquanto o governo convocou um encontro de emergência do Conselho Nacional de Segurança em Seul.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos