Eslováquia enviará policiais à Macedônia para controlar entrada de refugiados

Praga, 6 jan (EFE).- A Eslováquia anunciou nesta quarta-feira que enviará 25 policiais à Macedônia em fevereiro para ajudar no controle da fronteira do país com a Grécia devido à chegada em massa de refugiados.

A iniciativa atende a um pedido do próprio governo da Macedônia. A Eslováquia já tinha enviado 50 policiais à Hungria e 20 à Eslovênia para auxiliar nos trabalhos com os refugiados que chegam à região sudeste da União Europeia (UE) pela rota dos Bálcãs.

Os agentes ficarão na Macedônia durante um mês, informou hoje em comunicado o escritório do governo da Eslováquia em seu site.

Na segunda-feira, a Hungria também enviou à Macedônia 31 policiais e vários veículos equipados com câmeras térmicas para dar apoio às patrulhas conjuntas na fronteira.

Os países do chamado Grupo de Visegrad - Hungria, República Tcheca, Eslováquia e Polônia -, reticentes a receber refugiados, acertaram, por ocasião da atual crise migratória, uma cooperação policial inovadora dentro da UE.

O primeiro-ministro da Eslováquia, Robert Fico, declarou que "provavelmente" os policiais eslovacos voltarão em breve à Eslovênia.

Fico, cujo país rejeitou as cotas obrigatórias de repartição de solicitantes de asilo, lamentou que "o mau tempo é o único fator que hoje está nos ajudando e não há medidas eficazes adotadas dentro da UE para proteger a fronteira exterior de Schengen".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos