Eslovênia afirma que devolverá refugiados não identificados à Croácia

Zagreb, 6 jan (EFE).- A Eslovênia enviará de volta à Croácia os refugiados que não forem devidamente identificados pelas autoridades do país vizinho, anunciou o secretário de Estado do Ministério do Interior, Bostjan Stefic.

Segundo a imprensa local, Stefic garantiu na noite de terça-feira que a Eslovênia pediu uma reunião entre comandantes da Polícia do país e da Croácia para explicar o pedido, uma medida extra de controle sobre os refugiados do Oriente Médio e da Ásia que passam pela rota dos Bálcãs em direção à região mais rica da Europa.

O governo da Eslovênia abriu um concurso público na segunda-feira para contratar tradutores de árabe para ajudar a identificar os refugiados e confirmar seus países de origem.

Dessa forma, determinarão se eles são de zonas de conflito e se têm ou não direito a pedir asilo. Os "imigrantes econômicos", de países sem conflitos bélicos, não podem contar com refúgio na União Europeia (UE).

Na semana passada, Áustria, o país seguinte na rota dos Bálcãs rumo ao oeste da Europa após Croácia e Eslovênia, começou a realizar esse tipo de fiscalização e devolveu ao governo esloveno os refugiados que mentiam sobre seus países de origens. Nos primeiros cinco dias de 2016, 12.900 refugiados chegaram à Eslovênia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos