França diz que teste nuclear da Coreia do Norte é "inaceitável"

Paris, 6 jan (EFE).- O presidente francês, François Hollande, condenou nesta quarta-feira e tachou de "inaceitável" o teste nuclear da Coreia do Norte com uma bomba de hidrogênio, segundo as afirmações de Pyongyang, e reivindicou "uma reação forte da comunidade internacional".

"A França condena esta violação inaceitável das resoluções do Conselho de Segurança" da ONU em espera da "confirmação das características do teste nuclear anunciado e observado", destacou a presidência francesa em comunicado.

A França, que é um dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança, também reivindicou "uma reação forte da comunidade internacional", no que aparece claramente como um primeiro passo para endurecer as sanções contra o regime norte-coreano.

A explosão ocorrida no nordeste do país, que o regime atribui a uma bomba de hidrogênio, provocou um terremoto de entre 4,2 e 5,1 graus de magnitude na escala Richter, segundo dados recolhidos pelos serviços meteorológicos da Coreia do Sul, EUA, China e Japão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos